Prefeitura selecionará entidade para gerir coworking público no Extremo Sul da cidade

Vencedor da chamada pública será responsável por desenvolver ações de empreendedorismo na região de Parelheiros e Capela do Socorro

A Prefeitura está com edital aberto para seleção da nova entidade gestora do Teia Parelheiros, coworking público localizado no Extremo Sul da cidade. O espaço foi instalado pela Ade Sampa, agência vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, em parceria com o Projeto Ligue os Pontos, e oferece aos agricultores e empreendedores da cidade ações de empreendedorismo, mentorias e toda a estrutura física de um escritório compartilhado. Os interessados podem encaminhar propostas até 17 de agosto pelo link: www.bit.ly/gestaoteiaparelheiros

“Parelheiros é o maior distrito da cidade de São Paulo. Também é uma região de grande atividade comercial e de serviços, seja pela agricultura ou pelo turismo. Ao mesmo tempo, os empreendedores locais muitas vezes são esquecidos por estarem distantes do centro econômico da cidade, da região central. Com as ações que serão executadas no Teia, queremos não só aproximar estes empreendedores de seus clientes como de possíveis parceiros, fortalecendo, assim, a economia local e a geração de renda”, afirma a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

A entidade vencedora da chamada pública deverá desenvolver iniciativas e atividades voltadas a agricultura e turismo, indo de encontro à vocação da região, que reúne mais de 350 propriedades rurais, cachoeiras, lagos, trilhas e uma extensa vegetação da Mata Atlântica.

Podem se candidatar pessoas jurídicas, associações, organizações da sociedade civil ou empresas, que atuem com o desenvolvimento de qualificação e atividade empreendedoras na região.

O Teia Parelheiros foi a quinta unidade inaugurada na capital, fruto de uma parceria entre Ade Sampa e o Projeto Ligue os Pontos, e dispõe de dois ambientes: um dedicado a cursos, palestras e reuniões, equipado com oito computadores de mesa e com capacidade para mais de 30 pessoas. O outro espaço é usado como ambiente de coworking, com capacidade para 14 posições individuais de trabalho e como local para eventos e exposições. O Teia conta ainda com internet wi-fi de alta velocidade, ambiente de descompressão e copa.

No local também foi realizada a aceleração de oito projetos de agricultura e turismo da região por meio do Ligue os Pontos, programa que busca contribuir para o desenvolvimento local da zona rural Sul paulistana, a partir da consolidação de sua agricultura e alimentação. Após processo de seleção, os participantes receberam R$ 35 mil cada, para desenvolver ideias inovadoras que aumentem a produtividade e a competitividade dos negócios locais fortalecendo a agricultura, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico da Zona Sul rural e melhorando a condição de vida da população.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *