LIGUE OS PONTOS

Levantamento florístico na Terra Indígena Tenondé Porã

No ano de 2019 e início de 2020,   o Herbário Municipal, da Coordenadoria de Gestão de Parques e Biodiversidade/ SVMA , com o apoio do Projeto Ligue os Pontos iniciou os trabalhos de campo do  Levantamento Florístico da Terra Indígena Tenondé Porã, em Parelheiros, sul de São Paulo.O levantamento em campo, que contou com a concordância das lideranças indígenas Guaranis e da FUNAI, teve que ser suspenso por conta das restrições da COVID-19, mas já apresentou resultados preliminares expressivos, que são apresentados na presente publicação. 

  • 301 espécies vegetais cadastradas, sendo deste total:
  • 271 espécies nativas do Município , 10 espécies enquadradas em listas de espécies ameaçadas de extinção. Foram encontradas 5 espécies que ainda não haviam sido registradas na cidade ( pela 1ª vez foram encontradas em SP).. além disso, também foi encontrada uma espécie que não era observada na cidade a 72 anos (desde o ano de 1950).  
  • 3 espécies são consideradas de especial interesse pelos Guaranis (valorização de tradições culturais e religiosas dos Guaranis)
  • Foram identificadas diversas espécies nativas com potencial de uso comercial para paisagismo (bromélias, epífitas e cactáceas,)
  •  diversas espécies com potencial de uso  para Planos de recuperação ambiental de antigas áreas desmatadas , ou de reflorestamento inseridas na TI:  pixirica, pindaíba, copaíba

  Os dados e informações coletadas ajudaram a comunidade Guarani na consolidação da Terra Indígena Tenondé Porã e em seu PGTI– Plano de Gestão Territorial e Ambiental, além de orientar ações de recuperação de áreas degradadas inseridas nos limites da Terra Indigena. No âmbito da Prefeitura de São Paulo, as  amostras coletadas foram incorporadas ao acervo do Herbário Municipal/CGPAB/SVMA.